(11) 94756-2005
LIGUE AGORA: (11) 2509-9667
atendimento@cnhsp.com.br

VIAS QUE FAZEM PARTE DO RODÍZIO

CNH SUSPENSA? LIGUE: (11) 2509-9667 - WHASTAPP: (11) 94756-2005

VIAS QUE FAZEM PARTE DO RODÍZIO

VIAS QUE FAZEM PARTE DO RODÍZIO

VIAS QUE FAZEM PARTE DO RODÍZIO

 

O rodízio em SP foi implementado pela Lei Nº 12.490/1997.

Suas primeiras regras mais específicas surgiram com o Decreto Municipal Nº 37.085/1997.

Na época, tratava-se ainda de uma iniciativa de caráter experimental.

Desde então, muitas regras mudaram, mas as duas principais ainda são as mesmas.

A começar pelos dias e horários em que o sistema vale.

A restrição acontece de segunda a sexta-feira.

Em feriados, sábados e domingos, não são aplicadas multas por desrespeitar a regra.

O rodízio não precisa ser respeitado 24 horas por dia, mas sim em duas faixas de horário.

A primeira é pela manhã, das 7h às 10h. A segunda à tarde e noite, das 17h às 20h.

São períodos que abrangem o chamado horário de pico, quando começa e encerra o horário comercial e, por isso, mais pessoas se deslocam com seus veículos.

Agora, vamos à tabela que informa em quais dias os veículos não podem circular pelo centro expandido de São Paulo:

DiaFinal da placa
Segunda-feira1 e 2
Terça-feira3 e 4
Quarta-feira5 e 6
Quinta-feira7 e 8
Sexta-feira9 e 0

Desse modo, o dia em que você não poderá circular é determinado conforme o final da sua placa.

Um veículo com placa ABC-1234, por exemplo, não pode trafegar no centro de São Paulo, nos horários que falamos, na terça-feira.

Vale destacar ainda que o rodízio em SP vale não apenas para automóveis, mas também para caminhões.

Os motociclistas são isentos da restrição.

Os demais casos de isenção do rodízio é outro assunto que abordaremos com mais calma ao longo do artigo.

Já mencionamos que o rodízio em SP vale apenas dentro de um mini anel viário.

Ou seja, a restrição não existe dentro de todos os limites da cidade de São Paulo. Explicaremos melhor isso mais adiante.

Delimitação das vias:

1.     Marginal do Rio Tietê, entre Avenida Salim Farah Maluf e Marginal do Rio Pinheiros;

2.     Marginal do Rio Pinheiros, da Marginal do Rio Tietê até a Avenida dos Bandeirantes;

3.     Avenida dos Bandeirantes, em toda a extensão;

4.     Avenida Afonso D’Escragnole Taunay, em toda a extensão;

5.     Complexo Viário Maria Maluf, em toda a extensão;

6.     Avenida Presidente Tancredo Neves, em toda a extensão;

7.     Avenida das Juntas Provisórias, em toda a extensão;

8.     Viaduto Grande São Paulo, em toda a extensão;

9.     Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Melo, entre Viaduto Grande São Paulo e Avenida Salim Farah Maluf;

10.   Avenida Salim Farah Maluf, em toda a extensão.

O rodízio também serve para caminhões?

Desde Julho de 2009, caminhões não podem circular das 7 às 10 horas e das 17 às 20 horas – de acordo com o fim de cada placa – no Centro Expandido e também nas seguintes vias

  • Marginal do Rio Tietê, (entre a Avenida Salim Farah Maluf e Marginal do Rio Pinheiros)
  • Marginal do Rio Pinheiros (da Marginal do Rio Tietê até a Avenida dos Bandeirantes)
  • Avenida dos Bandeirantes (toda a extensão)

Veículos que estão liberados do rodízio

  • guinchos
  • ambulâncias, policiamento, corpo de bombeiros, defesa civil e veículos militares devidamente identificados como tais
  • serviço funerário, água, luz, telefone, gás, fiscalização de trânsito e transporte e tapa-buracos devidamente identificados
  • correios
  • coleta de lixo
  • produtos perigosos de consumo local (combustíveis, GLP e gases hospitalares)
  • transporte de valores
  • órgãos de imprensa
  • transporte de produtos alimentares perecíveis
  • veículos especialmente adaptados (unidades móveis) para prestação de serviços médicos
  • a serviço dos Conselhos Tutelares
  • a serviço da Justiça Eleitoral
  • a serviço do METRÔ, utilizados na segurança do transporte metroviário
  • transporte de sangue e derivados, de órgão para transplante e de material para análises clínicas
  • transporte de materiais necessário a campanhas de saúde pública

INFRAÇÃO

Artigo CTB: 187

Gravidade: Média

Pontos: 4

Valor: 130,16

Penalidades – Medidas Administrativas: Multa

SUSPENSÃO DA CNH POR PONTOS

Com certeza você já ouviu falar dos famosos pontos na CNH.

Essa é uma das formas que o CTB prevê para a suspensão da sua CNH.

Cada infração acometida gera um total de pontos inscritos na sua CNH, esse total dependerá da gravidade da infração:

  • gravíssima – 07 sete pontos
  • grave – 05 cinco pontos
  • média – 04 quatro pontos
  • leve – 03 três pontos Caso você acumule 20 pontos na sua CNH terá seu direito de dirigir suspenso.

De acordo com o comando do § 1º do artigo 261 do CTB.

Este número cai para 14 pontos para os motoristas profissionais, habilitados nas categorias C, D ou E.

Lembrando que os pontos tem um “tempo de validade” de 12 meses e se você ingressar com um recurso estes pontos ficarão suspensos até o julgamento final.

Além do mais, se você cometeu uma infração média ou leve pode obrigar que essa seja convertida em uma advertência, que não gera pontos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: